segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Ambientes Virtuais de Aprendizagem

Cada vez mais a Educação a Distância (EaD) aponta-se como uma alternativa metodológica para ensino-aprendizagem, especialmente em formação continuada, contribuindo para a formação de discentes mais autônomos. Em EaD, os atores do processo geralmente estão separados fisicamente não apenas no espaço, mas também no tempo. Nesse sentido, é imprescindível observar que atualmente essa modalidade de educação recebe influências da constante evolução das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs), as quais ampliaram as possibilidades de interação entre os participantes, possibilitando o surgimento da EaD online.
A modalidade de EaD por algum tempo foi quase restrita à distribuição de materiais didáticos aos discentes e à avaliação do conteúdo programático pelos tutores. No entanto, esta modalidade começou a sofrer forte influência com o surgimento dos primeiros computadores pessoais na década de 80 e seu avanço significativo na década de 90, quando sua utilização começou a ser explorada devido às novas mídias digitais. Ainda na década de 90, ocorreu a rápida disseminação da Internet pelo mundo com a chegada da Web, proporcionando uma nova EaD, caracterizada pela comunicação via rede de computadores entre discente e docente. Tudo isso foi possível graças ao surgimento e avanço de diversas ferramentas de desenvolvimento para aplicações Web, como linguagens de programação, tais como Perl (Practical Extraction and Report Language), PHP (PHP: Hipertext Preprocessor), ASP (Active Server Pages), JSP (JavaServer Pages) e frameworks (estruturas de suporte ao desenvolvimento de software) especializados para o propósito.
Diante da modalidade de Educação a Distância (EaD), surge a necessidade de meios cada vez mais versáteis e próximos à realidade dos alunos, tutores e técnicos administrativos em cursos oferecidos a distância. Neste contexto, diferentes produtos de software têm sido desenvolvidos no propósito de aproximar as pessoas em comunidades virtuais através de ferramentas que possibilitam a troca de informações, experiências e a geração de novos conhecimentos. Esses aplicativos são conhecidos como Ambientes Virtuais de Ensino e sua utilização abrange desde cursos online de curta duração até cursos de pós-graduação.
Ao oferecer recursos específicos e um ambiente rico em interação, os ambientes virtuais de aprendizagens tornam-se uma base concreta para realização de cursos a distância online. Por Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), ou Virtual Learning Environment (VLE), entende-se um conglomerado de ferramentas para administração de cursos através de uma rede de computadores, como a Internet. Nesse ambiente, o docente pode disponibilizar conteúdos, interagir com os discentes, ensinando-os a distância por meio de recursos múltimídia ou outros que viabilizam variadas formas de comunicação Ambientes Virtuais de Aprendizagem.
Ambientes Virtuais de Aprendizagem são (software)s que auxiliam na montagem de (curso)s acessíveis pela (Internet). Elaborado para ajudar os docentes no gerenciamento de conteúdos para seus discentes e na administração do curso, permite acompanhar constantemente o progresso dos discentes. Como ferramenta para Ambientes digitais de aprendizagem são sistemas computacionais disponíveis na internet, destinados ao suporte de atividades mediadas pelas tecnologias de informação e comunicação. Permitem integrar múltiplas mídias, linguagens e recursos, apresentar informações de maneira organizada, desenvolver interações entre pessoas e objetos de conhecimento, elaborar e socializar produções tendo em vista atingir determinados objetivos.

Os AVAs buscam oferecer aos discentes e docentes características semelhantes a uma sala de aula real, privilegiando a interação entre discentes/discentes, discentes/docentes, a autoria de material didático e a administração da sala virtual, além do monitoramento de atividades virtuais. Nesse sentido, existe uma lista de ferramentas que um ambiente virtual de aprendizagem deve conter, destacando:

Quadro de Avisos: tem por objetivo fornecer ao discente informação sobre o que deve estar acontecendo no curso, agenda as realizações online e as chamadas de participação dos alunos.
Distribuição de aulas Online: permitir disponibilizar os conteúdos dos módulos, como arquivo e transparências, bem como outros formatos de apresentação de multimídia, por exemplo.
Frequently Asked Questions (FAQ): conjunto de respostas à perguntas frequentes, é uma forma mais rápida do aluno buscar solução à dúvidas comuns.
Trabalho em Equipe: oportuniza os estudantes a trabalharem em pequenos grupos em um projeto definido.
Fórum de Discussão: principal método de suporte aos discentes, oportuniza-os comunicarem entre si e com o tutor sobre atividades e conteúdo do módulo.
Café Acadêmico: área de encontro e discussão informal entre docentes e participantes do curso.
Bate-Papo: ferramenta de comunicação síncrona que provê melhoramento da motivação dos discentes.
Uma falha crítica apresentada em ambientes virtuais de ensino é que o desenvolvimento desses programas é muito focado no design, organização de conteúdos e monitoramento de atividades, em detrimento das necessidades dos aprendizes A experiência adquirida na utilização de ambientes virtuais de ensino pelos autores deste tutorial permite apontar ainda algumas outras deficiências:
· ausência de integração entre as diversas “salas”;
· ausência de recursos de acompanhamento acadêmico;
· ausência de suporte para programas curriculares (grades, disciplinas, boletim, trabalho de conclusão de curso, etc.);
· baixa qualidade dos recursos de bate-papo.
As deficiências apontadas surgem principalmente porque os ambientes virtuais de ensino são mais focados nas salas de aula isoladamente, não levando em consideração um curso seqüencial, onde o discente tenha que passar por várias salas e seus dados acadêmicos devem ser integrados
dentro das mesmas. Ferramentas como boletim acadêmico e uma ferramenta para formalização de trabalhos de conclusão de curso por exemplo tornam-se importantes no sentido de facilitar o acompanhamento da evolução de alunos dentro de um curso, tornando o ambiente virtual não apenas um meio de ensino, mas também uma solução acadêmica mais completa que realmente
monitore a vida acadêmica do discente.

3 comentários:

  1. Programa para Monitorar todas as Atividades realizadas em um Computador


    Monitore todas as atividades de um computador, veja imagens da tela,
    teclas digitadas, conversas do MSN, Emaisl e Senhas Digitadas no computador,
    as buscas que foram realizadas e muito mais, visite nosso site e conheça o
    Kit Espião de Computadores

    http://www.onlinerenda.com.br/monitorar-computador.htm

    ResponderExcluir
  2. Professor Rogério, sou graduando em matemática pela UFF e estou utilizando seu texto para um seminário sobre educação matemática e interatividade. O Sr. poderia listar a bibliografia utilizada neste texto, por favor.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Complementando: estou utilizando como referência somente.

      Excluir